• Prefeitura de Feijó

Projeto de Incentivo a Leitura "Minha Escola Lê"

Escola Rural, Eugênia de Morais, é exemplo de amor e dedicação a leitura.


Aconteceu no pátio da Escola rural Eugênia Morais o projeto de leitura de Incentivo a Leitura "Minha Escola Lê". A idealizadora do projeto é a Secretaria Municipal de Educação e as escolas da rede municipal, sob a liderança da professora Vinete Leitão.



Segundo ela a revolução pela leitura começa após a gestão identificar que alguns educandos tem pouco contato com a leitura no âmbito familiar, "compreendi que se fazia necessário a realização de um trabalho que despertasse o gosto pela leitura, e que esse gosto contagiasse toda a família", afirmou a professora Vinete.


Vinete explica que o Projeto de Incentivo a Leitura "Minha Escola Lê", se alicerça na filosofia educacional contemplada nos objetivos da proposta pedagógica da escola Eugênia Morais da Silveira, que considera a leitura como instrumento essencial para a formação integral das crianças como leitores competentes e "escritores", pois a prática da leitura leva à produção de textos eficazes.


Objetivos do projeto

- Desenvolver interesses em ouvir e manifestar oralmente sentimentos, experiências, idéias e opiniões;

- Oportunizar a imaginação;

- Estimular a criatividade;

- Aumentar o vocabulário;

- Facilitar a escrita;

- Simplificar a compreensão das coisas, das pessoas e do mundo;

- Melhorar a comunicação;

- Ampliar conhecimentos gerais;

- Produzir e dramatizar fatos;

- Desenvolver a sensibilidade e o senso crítico;

- Reconhecer e utilizar na leitura e escrita as singularidades e propriedades compositivas de diferentes manifestações textuais.


De acordo com a professora e gestora da escola Eugênia de Morais, Fátima Dantas, a idéia é oferecer aos alunos o acesso a diversos tipos textuais e que através do contato com os livros possa ampliar os conhecimentos e o gosto pela leitura. A escola Eugênia Morais da Silveira desenvolve o projeto de leitura com o objetivo de formar leitores competentes, que compreende o que lê, que possam aprender a ler também o que não está escrito, identificando elementos implícitos, alcançando os objetivos expostos acima.


Prestigiando o evento participaram a secretária Vinete Leitão, equipe pedagógica da SEME, gestora da Escola Eugênia de Morais, professora Fátima Dantas e os alunos e docentes da escola.


Galeria de Fotos


0 comentário