• Prefeitura de Feijó

Secretaria de Educação através do Programa Busca Ativa realizará campanha "Fora da Escola Não Pode!"

Atualizado: 19 de ago. de 2021

Secretaria Municipal de Educação através do Programa Busca Ativa realizará campanha "Fora da Escola Não Pode!".


A campanha de mobilização "Fora da Escola Não Pode!" acontecerá na próxima quarta-feira, 25 de agosto de 2021, diz a professora Izanete Araújo.


Na tarde desta última terça-feira, 17, a coordenadora do programa busca ativa da prefeitura de Feijó, professora Izanete Araújo, juntamente com a intersetoriedade, equipes gestoras das escolas, entidades não governamentais dos diversos poderes que compõe o município feijoense, reuniram-se com o objetivo de entender que as estratégias da busca ativa escolar, faz parte da iniciativa fora da escola não pode! É uma ação que precisa ser encabeçada por todo o grupo, ter todo esse engajamento dos diversos setores da sociedade pra garantir o direito da educação de crianças e adolescentes.



Durante o encontro, os participantes discutiram quais seriam as melhores estratégias para alcançar os melhores resultados com a campanha. Traçaram metas dos pontos estratégicos para a concentração. As quadras esportivas dos respectivos bairros: Esperança, Zenaide Paiva e Bela Vista e os materiais de divulgações. cartazes, folder, faixas, banner, bandana, camisetas, bonés e outros.


Segundo a coordenadora, a campanha de mobilização acontecerá no dia 25 de agosto e terá todos os cuidados de segurança necessária, ao enfrentamento do covid 19 e contará com o apoio de todos, pois as escolas sozinhas não conseguem enfrentar os motivos da exclusão escolar, uma vez que eles são multidimensionais, ou seja, envolvem muitos fatores e dimensões da vida dos sujeitos.



Com o apoio da prefeitura essa rede é formada pelos diversos órgãos públicos (a escola incluída), pelas organizações da sociedade civil e pelos órgãos de defesa e de proteção como o conselho tutelar. A secretária de educação professora Vinete Leitão, ressaltou que a secretaria e as escolas estão empenhadas para manter o vínculo com cada estudante, mesmo com a nova rotina. Toda criança e adolescente precisam continuar aprendendo. Crises e emergências não revogam o direito à educação. Este é um ano diferente, mas que não está perdido. A educação continua valendo e precisa ser garantido e com apoio de todos.




0 comentário