• Wisley Monteiro

Prefeitura qualifica docentes para acolhimento de crianças com necessidades especiais (AEE)

Rede Pública Municipal de Ensino de Feijó receberá alunos com necessidades especiais e prepara professores, cuidadores e equipe pedagógica para acolhimento a partir de 7 de março de 2022, retorno das aulas presenciais do ano letivo de 2022


O atendimento educacional especializado - AEE tem como função identificar, elaborar e organizar recursos pedagógicos e de acessibilidade que eliminem as barreiras para a plena participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas.


Para um retorno seguro, protegido e cada vez mais inclusivo, no ano letivo de 2022 que iniciará na segunda-feira, 7 de março de 2022, a Prefeitura de Feijó através da Secretaria Municpal de Educação (Semed), forma os professores e cuidadores, para acolher todos os alunos, garantindo a todos o direito a educação, atendendo as suas necessidades mais específicas, com o desafio de continuar aperfeiçoando a educação inclusiva para aqueles com necessidades especiais e insere quase 100 (cem) servidores entre professores e cuidadores para debater, discutir e se profissionalizar no atendimento educacional especializado - AEE para ofertar um melhor atendimento as famílias e alunos.


Assista o vídeo (Cedido por Notícais da Terra)

A formação teve duração de 8 horas e ocorreu no auditório da Ufac/Feijó tratando de temas como empatia, acolhimento dos alunos da rede municipal de ensino e a importância da inclusão das crianças com deficiência e acolhimento às famílias foram discutidos durante encontro.


O prefeito Kiefer Cavalcante ressaltou que essas capacitações vão contribuir para que os alunos que necessitam de atendimento educacional especializado estejam ainda mais incluídos. “Queremos preparar o professor dando subsídios para que eles possam dar um melhor atendimento as necessidades dos alunos”, pontou. Para a secretária municipal de Educação, Vinete Leitão, a inclusão é um direito do aluno e uma obrigação poder público. “Estimular a criança dentro da escola é fazer com que ela cresça como ser humano e aluno. Nessa captação os professores estão novas técnicas e modelos de estimulação e de capacitação para que essas crianças sejam cada vez mais estimuladas na inserção da sociedade”, disse a secretária. Já a coordenadora do AAE da Semed, professora Longennir, pontou que durante o encontro foram discutidos temas ligados aos alunos com deficiência que estão incluídos nas classes de educação infantil. “Estamos falando de como o trabalho pode ser realizado dentro da rotina da educação infantil para estimular qualquer criança e proporcionar o melhor desenvolvimento para ela”, disse.


Os profissionais da educação municipal feijoense, destacaram que o encontro foi produtivo e de muita troca de experiência e reforçaram o papel que o municóipio vem fazendo para evitar a evasão escolar das crianças e jovens, especialmente aqueles que possuem algum tipo de necessidade especial. "Não importa se o aluno tem síndrome de down, autismo ou qualquer outro tipo de necessidade, cabe a nós enquanto poder público, professores e cuidadores, atender as necessidades das crianças da melhor forma possível, e isto só acontece com essa troca de experiência" disse um professor participante, que preferiu não se identificar.


O prefeito Kiefer Cavalcante sugeriu a secretária Vinete e equipe, em outras capacitações, incluir também os pais ou resonsáveis por alunos espeicais, para que eles possam contar suas experiências em casa com os alunos e como eles percebem o desempenho do filho em sala de aula, que seria importante para aperfeiçoar ainda mais o debate e a forma de acolher e ensinar essas crianças e mudar o seu futuro com base na formação educacional. "O que queremos é incluir e minimizar, zerar a evasão escolar de qualquer aluno, com necessidade especial ou não. Lugar de criança é na escola, estudando, aprendendo, se divertindo, alimentando, ampliando seus horizontes para que no futuro possam escolher sua profissional e dar sua contribuição ao município, estado e nosso país" destacou o prefeito.

0 comentário