• Prefeitura de Feijó

Prefeitura planeja ações, caso ocorra o transbordamento e alagação do Rio Envira no município

Atualizado: 24 de fev.


Nesta terça-feira, 22, o vice-prefeito Elson José acompanhado do secretário municipal de administração, Wisley Monteiro, do Coordenador da Defesa Civil do município, Onacélio, se reuniram com o Comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre (Batalhão de Feijó), Tenente Jailton, para planejar as ações emergencias em caso de alagação.


Durante o encontro, as lideranças feijoenses, debateram a forma de comunicação, decretação de estado de emergência ou calamidade pública, pessoal e equipes que estarão na linha de frente para os serviços de emergência e o local que servirá de abrigo para as famílias, que por ventura, forem atingidas pela cheia do Rio Envira e também como será o recebimento de donativos. "Esperamos que não seja necessário nenhuma ação, que o Rio Envira não alague o município, mas se ocorrer já estamos preparados para dar uma resposta e acolher a população" disse o vice-prefeito Elson José.


Já o secretário Wisley Monteiro disse que a prefeitura já disponiblizou no seu portal oficial o monitoramento do Rio Envira, locais e telefones de abrigos caso haja necessidade para as famílias e continuam monitorar no mínimo duas vezes por dia o nível do Rio. "Estamos trabalhando para evitar o pior, mas como disse o vice-prefeito, estaremos preparados para qualquer situação" pontou o secretário.


O comandante do corpo de bombeiros militar, destacou que o Estado e a Corporação estão a disposição do município para atender as demandas e auxiliar no acolhimento e atendimento as famílias. "Estamos a disposição do município e junto com a coordenação de defesa civil iremos atuar para ajudar da melhor forma possível."


Encerrando, o coordenador de defesa civil municipal, Onacélio, explicou que o planejamento realizado, garante uma resposta rápida em caso de emergência no atendimento as famílias. "Nosso objetivo é garantir uma resposta rápida para cuidar e atender as famílias que precisarem, da melhor forma possível e para isto iremos mobilizar o apoio do Estado da União e todos que forem necessários" finalizou.

0 comentário