• Prefeitura de Feijó

Prefeitura de Feijó e Governo do Estado, realizam atendimento especializado a pacientes com TEA

A Prefeitura de Feijó por meio da Secretaria Municipal de Saúde(Semsa) em parceria com o governo do Estado através da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e Associação de Pais e Amigos do Autismo em Feijó (APAAF), realizaram durante dois dias (21 e 22 de outubro de 2022) na Escola Dr. Eiraldo Carneiro de França, atendimento de saúde voltado para pessoa com deficiência intelectual, com ênfase no Transtorno do Espectro Autista (TEA).



Os atendimentos tiveram como público prioritário crianças com suspeitas e encaminhamentos para a Neuropediatria. O atendimento contaram com profissionais das mais diversas áreas e especialidades, como: neuropediatria, geneticista terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, nutricionista, fonoaudiólogo e neuropsicólogo.



O prefeito Kiefer Cavalcante fez questão de prestigiar o evento, acompanhado do secretário municipal de saúde, Eronildo Oliviera.

Primeiro quero agradecer a todos os pais e crianças presentes. A presença de todos aqui demonstram o amor, cuidado e carinho com os pacientes com TEA. É um atendimento que precisamos fazer com a pessoa diagnostica e com os familiares. TEA não é uma doença, é apenas uma diferença, diz os especialistas. Aproveito para agradecer o Governo do Estado, Sesacre, Semsa e Prefeitura, e também a gestora da escola Doralice por ceder este espaço para os atendimentos pontou o prefeito.

A chefe do Departamento de Atenção Ambulatorial, Janaína Negreiros ressaltou a importância do projeto. “Esse projeto nasceu de um clamor que emanava dos municípios e entendemos que é o início de um trabalho que será aprimorado. O nosso desejo é que seja um benefício permanente. Para isso, nos esforçamos e o resultado disso está aqui: temos o que há de melhor no Estado envolvido nestes atendimentos”.


Sobre o TEA


O Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é uma síndrome que afeta vários aspectos da comunicação, além de influenciar também no comportamento do indivíduo. Segundo dados, o autismo atinge de 1% a 2% da população mundial e, no Brasil, aproximadamente dois milhões de pessoas.


No Acre, mais de 5 mil crianças têm o diagnóstico do transtorno do espectro do autismo (TEA).


Galeria de Fotos


0 comentário