• Prefeitura de Feijó

Ministro da Casa Civil recebe Prefeito que reivindica liberação de recursos pra manutenção da BR-364

Prefeito Kiefer Cavalcante acompanhada prefeitos do interior do Estado e Deputados Estaduais, Federais e Senadores acreanos em agenda em Brasília-DF, para apresentar as necessidades de liberação de recursos para manutenção da BR-364


O chefe do executivo feijoense, prefeito Kiefer Cavalcante, faz parte da força-tarefa composta por políticas do estado do Acre (prefeitos, deputados estaduais e federais, senadores e governador) para reivindicar do Ministro Chefe da Casa Civil do Governo Federal a liberação com urgência de recursos para manutenção da BR-364.

O ministro Ciro Nogueira agradeceu a visita da comitiva acreana e garantiu a liberação de recursos, porém disse que não poderia adiantar valores sem antes conversar com o ministro da infraestrutura. “Podem ter toda certeza que vou chamar o ministro Tarcísio aqui conversar com ele nós temos uma dificuldade orçamentária esse ano, mas vou fazer de tudo para que não falte recursos para essa manutenção já existe esse valor inicial que é insuficiente, mas vamos em busca dos recursos irei relatar o presidente que chega na próxima sexta-feira que vocês tiveram aqui comigo e relatado a importância da estrada para o povo do Acre” disse o chefe da Casa Civil.

As autoridades do Acre solicitaram ao ministro a liberação de recursos para que a rodovia não seja interditada deixando os municípios e os moradores da região isolados por via terrestre. Em resposta, Ciro Nogueira garantiu que se depender dele a rodovia não sofrerá qualquer tipo de interdição. O encontro aconteceu no gabinete do ministro no Palácio do Planalto.


Basicamente a agenda girou sobre a liberação de recursos para obras emergenciais de recuperação da BR-364 no trecho entre Sena Madureira e Feijó.


Junto com o deputado Nicolau Júnior, o prefeito Kiefer Cavalcante apresentou um relatório mostrando fotos atuais de trechos críticos da estrada e revelou que o orçamento do DNIT Acre para 2022 é quase 50% menor do que o do ano passado no Acre, o que inviabiliza as obras necessárias agora, o corte chega a R$ 90 milhões em relação a 2021. “Mais de 100 mil pessoas no Juruá dependem dessa estrada o DNIT no Acre não tem recurso suficiente para intervir com as obras urgente por isso viemos aqui em busca do apoio do governo federal”. disse Nicolau.


Além do prefeito Kiefer Cavalcante, participaram da agenda os prefeitos Tião Bocalom (Rio Branco), Rosana Gomes (Senador Guiomard), Zequinha Lima (Cruzeiro do Sul), Bené Damasceno (Porto Acre). Também fizeram parte da comitiva a senadora Mailza Gomes, deputados estaduais Nicolau Júnior, Luiz Gonzaga, José Bestene, Ghelen Diniz, Jenilson Leite, Cadmiel Bonfim, Roberto Duarte e Marcus Cavalcante.

0 comentário