top of page
  • Prefeitura de Feijó

Feijó participa do Fórum de Secretários de Administração e Finanças e Rede Sim


O Fórum de Secretários Municipais do Estado do Acre, idealizado pelo Sebrae, Tribunal de Contas (TCE) e Associação dos Municípios do Acre (AMAC) pretende compartilhar conhecimento e gerar ações positivas para as gestões dos municípios, entre os dias 6 a 8 de dezembro de 2022 com os secretários municipais e servidores das áreas de Administração, Finanças e Planejamento.


Durante esses dois dias, o município de Feijó participa do evento, por meio dos servidores, que compõe a rede SIM do municipio, secretário do Meio Ambiente José Yan, Agente de Desenvolvimento, diretora de Contabilidade Lúcia, Meiry do setor de fiscalização e Lydilene chefe de fiscalização.


Os servidores estarão trocando experiências com gestores e equipes dos 22 municípios, através de debates e palestras voltadas para a melhoria das administrações. São servidores tanto da secretaria Municipal de Meio Ambiente, Vigilância Sanitária, Fiscalização, tributos e agente de Desenvolvimento da sala do empreendedor.


O coordenador executivo da AMAC, Marcus Lucena, explicou que o Fórum era destinado, apenas, para secretários de Finanças, mas que após o sucesso do evento, os organizadores constataram a necessidade de ampliar para outras áreas, pretendendo obter resultados ainda melhores para as gestões.


“Depois que termina esse Fórum, os municípios começam a alinhar as informações e seguir aqueles que são exemplos. No caso do Acre, Rio Branco é o exemplo para todos. Então, acabamos levando conhecimento e, a partir dele, melhorando a gestão, em arrecadação, tributação e outras formas de receitas que o município possa estar acessando.”


A palestrante desta quarta-feira (7), Ana Cristina Araújo, abordou sobre os desafios das compras públicas e a nova Lei de Licitações. Ela parabenizou os organizadores pela a ação e, também, por estarem comprometidos em qualificar os profissionais para as mudanças que ocorrem na administração pública, como é o caso da nova Lei de Licitações, onde Estado, Município e União possuem um prazo para adaptação.


“É uma mudança que vai gerar um impacto nos municípios, porque alguns terão que adequar as estruturas administrativas a fim de evitar a segregação de funções, além da adequação com capacitações, pois as leis estão trazendo várias alterações nesse sentido”, disse.



Para o diretor de Administração Tributária da Secretaria Municipal de Finanças (Sefin), Fabrício Sousa, o encontro é uma importante ferramenta para o avanço da gestão municipal.


“O Fórum é de extrema importância, pois traz as experiências de todos os municípios, onde estão reunidos para trocar conhecimentos e aprender com as novas tecnologias que estão surgindo no dia a dia do nosso trabalho”, explicou.


Galeria de Fotos